sábado, 27 de setembro de 2008




TERNURA

Tantos gestos
Enternecidos, encantados
Rios de sentimentos
Nascidos e acalentados
Ungidos na alma
Ricos e abastecidos
Alimentados de carinhos

.........................


SONHADOR

Semeando sorrisos
Os meus lábios
Nem perceberam...
Hoje amanheceram
Angustiados
Doloridos
Onde ficaram os doces
Reflexos do amor?

.....................

sexta-feira, 26 de setembro de 2008



Duvidar

Duvidas
Um pouco?
Verdades...
Intuições...
Duvidas
Ainda?
Revelações...

.........
VOCÊ .............E...............EU

SUA RAZÃO.....................................ME INQUIETA
SUA FRIEZA....................................ME APAVORA
SUA PAIXÃO...................................ME DESPERTA
SUA FIRMEZA................................ME DEVORA

SEU CORAÇÃO...............................ME CONQUISTA
SEU SORRISO.................................ME DERRETE
SEU JEITÃO....................................ME DESPISTA
SEU JUÍZO.......................................ME SUBMETE


Anorkinda







ALMA GÊMEA

Acostumou-se
Levianamente
Menosprezar
As sublimes intuições.

Geralmente
Ênfase e
Método emprega-se
Em desprezar
As sublimes emoções.

..........

quinta-feira, 25 de setembro de 2008




AMIZADE

A cumplicidade
Morando nos corações.
Implantada pelas afinidades,
Zelando os corações.
A adversidade
Demonstrando aos corações
Especiais generosidades.

............
CONFIAR

Confiar no futuro
Confiar na sorte
Confiar em você...

Conto com a sorte.
Onde está você?
No incerto futuro?

Espero por você...
Espero que no futuro
Eu tenha mais sorte...

..............

UM SALTO NO NADA

SUBA
AVANCE
SALTE
NO NADA

VOE
PERMITA
SINTA
O NADA

LIVRE
LEVE
SOLTO
NO NADA

VOLTAS
VIVO
COMPLETO
CHEIO DE SI MESMO!

..................

quarta-feira, 24 de setembro de 2008




EU E TU ASSIM

Estou assim
Querendo voar
E tu assim
A me segurar

Estou assim
Querendo amar
E tu assim
A me afastar

.............



EM BUSCA DA IMENSIDÃO

Sempre atrás de inspiração
Com largos passos
do coração

Assim, em busca da fraternidade
Cada avanço nos aproxima
da eternidade

Sempre atrás de liberdade
Com pequenos passos
de serenidade

Assim, em busca de imensidão
Cada degrau nos aproxima
da amplidão

...............



UM SONHO

Ter um sonho é ter fé no futuro.
Com ele podemos ver por cima do muro.
É enxergar nossas possibilidades
E usá-las para nossa própria felicidade.

Um sonho, mesmo que ainda não realizado
Já é na vida, meio caminho andado.
O dia-a-dia melhor funciona
Pois o sonho nos impulsiona.

....................

terça-feira, 23 de setembro de 2008




PUREZA


Por tempos e instantes
Umedeci o ouvido e a visão
Revelei em acordes
Encantados e exaustos
Zunidos molhados misturados
Amadureci em minhas puras águas


.......................


NA NOITE FRIA

Na rua deserta
O vento acerta
A janela aberta
A alma desperta

Na noite fria
O cão latia
O corpo tremia
A alma vazia

..................

SORTE

Sempre ali, sem ser vista
Onde está... várias pistas
Rodas perdido e o
Tempo todo

Ela te pisca!

..............

segunda-feira, 22 de setembro de 2008


Quando nasce a esperança

Quando nasce a esperança...
Vejo mais perspectivas.
Quando nasce a esperança...
Tenho idéias criativas.

Quando nasce a esperança...
Vejo a vida deslumbrante.
Quando nasce a esperança...
Tenho luz em meu semblante.

..................
GENTE, COLOQUEI IMAGENS NOS POEMAS QUE NÃO TINHAM, VALE A PENA IR LÁ ATRÁS...SHOW PARA OS OLHOS ;)

AMO!!!


QUERIA PERMANECER

Queria ter tua força
E dentro do furacão
Permanecer inabalável.

Queria ter tua calma
E dentro da emoção
Permanecer estável.

Queria ser tua chama
E dentro do teu coração
Permanecer intocável.

Queria ser tua glória
E dentro da tua ilusão
Permanecer invulnerável.



.............

POETAR


POR TANTAS VEZES

OS PENSAMENTOS

ESCONDEM VOZES...

TANTOS TORMENTOS

ALIMENTAM ECOS,

RISOS E ESTRELAS.


......................

domingo, 21 de setembro de 2008


DIAS DE CHUVA


No dia de chuva
Há uma luz diferente.
é um dia sombrio
Pois o sol não está presente.

No dia de chuva
Há um cheiro diferente.
É um dia úmido
Pois o calor está ausente.

No dia de chuva
Há um ânimo diferente.
É um dia calmo
Pois a paz está na gente.

..........

sábado, 20 de setembro de 2008



PRÍNCIPE ARCANJO

OH! PRÍNCIPE DOS ANJOS
OLHAI PARA MIM!
OH! PRÍNCIPE ARCANJO
TENHA PENA DE MIM!

CLAMEI A TODOS OS ANJOS
NENHUM OLHOU PARA MIM!
CLAMEI AO PRÍNCIPE ARCANJO
SÓ ELE TEM PENA DE MIM!

PEDI AO PRÍNCIPE DOS ANJOS
UM AMOR PARA MIM!
ATENDEU-ME O PRÍNCIPE ARCANJO
ELE TEVE PENA DE MIM!

......................





CURIOSIDADE - acróstico

Com pequenos descuidos
Um ou dois resmungos
Risos e choros murmurados
Instalei um código
Onde havia um vácuo

Se estou diante do novo
Inventado ou surpreso
Dilato meu sistema de busca
Ancoro informações diversas
Divergentes até
E amplio meu mundo curioso.

...............................

Pré-adolescente

Só olhares foram os amores
Daquela pré-adolescente...
Só esperança foi aquela criança...
E seus amores recém-nascidos.

Só detalhes ficaram dos amores
E daquela pré-adolescente...
Só lembrança ficou daquela criança...
E de seus amores recém-nascentes.

........................

DESORDEM - acróstico

Dentro dos meus sonhos
Encontro e perco
Sons e desenhos
Ondulo versos
Risos e rabiscos
Dentro dos meus eus
Encontro e refaço
Minha desordem

..............

sexta-feira, 19 de setembro de 2008


SER ESTAR

Ser feliz aqui e agora
Ser feliz é o que é

Ser contente e expressar

Ser serena e harmonizar

Estar bem aqui e agora
Estar bem é o que é

Estar celebrando e comemorar
Estar em paz e compartilhar

.................

Minha loucura

Meu sonho
Me envolveu
Minha intuição
Me encorajou

Meu sonho
Me machucou
Minha intuição
Me transformou

...............

APOSTA

Apostei...
Poderia ter perdido a vida,
As mediocridades...
Poderia ter desperdiçado as chances,
As oportunidades...

Acertei!
Agora estou ganhando a vida,
As bênçãos!
Agora tenho novas chances
De redenção!

..................

quinta-feira, 18 de setembro de 2008


CRIATIVIDADE - acróstico

Correndo pelas colinas,
Revisitando velhas neblinas
Inocentes versos
Amadureceram... imersos,
Tintos e sensíveis
Incolores e impassíveis.
Versos multicores
Inundados por amores,
Desencantos e entrelinhas.
Atordoados no espaço
De algumas linhas,
Esperando fechar o laço.

...............................

VALENTE - acróstico

Vinhas por um caminho seguro
Aproximei-me insegura
Luziste por um segundo
Encantei-me ingênua

Noutro instante
Tocaste pra outra pessoa
Escondi-me, valente!

...............

Turbilhão de emoção

A tempestade caindo sobre mim
O turbilhão me revolvendo
Minha vontade sobressaindo em mim
A emoção me movendo.

Sete dias dentro de mim
O turbilhão me revolvendo
Sete noites mergulhando em mim
A emoção me movendo.

O conhecimento de mim
O turbilhão me devolvendo
O merecimento entrando em mim
A emoção me reescrevendo.

...............
NOSSOS PARES

São cinco, os sentidos.
Não sendo, por isso, órgãos ímpares...
Pois estes, apresentam-se aos pares:

Na visão, dois olhos tudo vêem...
Com duas narinas os cheiros nos advêm...

Dois lábios são a entrada para nosso paladar...
Possuímos dois ouvidos para os sons escutar...

E, por fim, não é com duas bochechas
Que apreciamos o tato, no aconchego?

............

quarta-feira, 17 de setembro de 2008


DÚVIDA INFANTIL

Temporais são o resultado

De lavagens no céu estrelado

Ou é São Pedro que decepcionado

Derrama sobre nós seu choro transbordado?

................


POR CAMINHOS

Posso estar trilhando
Por caminhos mortos.
Posso estar me perdendo
Por caminhos tortos.

Posso querer aprender
Por caminhos mesquinhos.
Podes querer me ensinar
Por caminhos de espinhos.

Podes tentar revelar
Por caminhos doloridos.
Podes tentar me encaminhar
Por caminhos floridos!

..............................

Amigo de infância

Hoje a saudade sem aviso
Trouxe ao peito um aperto

Na lembrança de um amigo
Que possuía um coração aberto.

Um amigo que sentia e dizia
Sem embaraço e sem erro
O que entre nós existia:
Um sentimento bonito e sincero!

Ah! Meu querido amigo de infância!
Tenho em mim a sua constância.
Hoje convivo com esta saudade
Que não deixa morrer nossa amizade.

.................................

VERSOS - acróstico

Vivi em poesia
Errei de prosa
Repeti os verbos
Simulei provérbios
Observei o Universo
Suspendi toda a teoria!

.................

terça-feira, 16 de setembro de 2008


O AMOR

COMO FOGO ARDE A PAIXÃO
MAS O AMOR NÃO É ISSO NÃO.

O AMOR ACALMA O CORAÇÃO
QUE TRANSBORDA DE EMOÇÃO!

......

Em seu peito

Sua oração serena
Em seu peito moreno
Um ardor de urtiga

Sua intuição morena
Em seu peito sereno
Uma dor antiga

Seu coração sereno
Em seu peito moreno
Um palpitar de estrela

Seu pulmão moreno
Em seu peito sereno
Um aspirar em tê-la

...........

CORAGEM

Com o coração, eu vivo
Onde ele indica, eu vou
Radiante, eu o sigo
Amarguras, eu esqueço
Grandes descobertas,
Eu conquisto
Minhas vitórias, eu agradeço.

................

PERDÃO - acróstico

Para amar é necessário limpar,
Extrair pontas e migalhas,
Redescobrir sentimentos
Danificados e amassados.
Amar completamente é aliviar...
Olhar com doçura de pensamentos...

.....................

segunda-feira, 15 de setembro de 2008


homenagem a alguém que se foi...

FASCINANTE

Fios de sincronicidade...
Amigos
Sintonizados
Como astros
Integrados
Num momento
Agraciado
No espaço
Transfigurado
Enlaçados na eternidade

...........

INTUIÇÃO

A INTUIÇÃO CHEGA,
NINGUÉM ESPERA.
A INTUIÇÃO NASCE,
NINGUÉM ENXERGA.

O CORAÇÃO SENTE,
NINGUÉM DUVIDA.
O CORAÇÃO CAPTA,
NINGUÉM DESMENTE.

A INTUIÇÃO TRANSCENDE
E NOS ELEVA.
O CORAÇÃO REVELA
E NOS SURPREENDE.

QUANDO...

Quando o dia chegar
Em que eu puder sorrir...
Quando a hora chegar
Em que eu puder sentir...

Quando teu sorriso
Me fizer sorrir...
Quando tua presença
Se fizer sentir...

Neste dia, certamente
Eu não olharei para trás...
Estarei, finalmente
Em tua paz...


.........................

domingo, 14 de setembro de 2008


TENHO CHANCES

PERDI O MEDO DE CHORAR...
TENHO A CHANCE DE SORRIR.

PERDI O MEDO DE ERRAR...
TENHO A CHANCE DE ACERTAR.

.............................

COMO UM RAIO DE LUZ

Como um dia chuvoso
Veio este desencanto.
E meu peito corajoso
Apertou-se e quase em pranto,
Lembrou de seu sorriso amistoso.

Como uma bênção
Veio esta lembrança.
E meu dolorido coração
Alegrou-se com a esperança,
Rezou sua humilde oração.

Como um raio de luz
Veio esta tranquilidade.
E minha fé me conduz
A caminho da felicidade,
Obrigada, meu amigo Jesus!

sábado, 13 de setembro de 2008


ADEUS - acróstico

Algum dia
De repente
Entre um sim e
Um não
Sairemos desse agora...

.............


TENHO AS CHAVES


Toda a monotonia
Que um dia me deprimia,
Hoje é pura magia
Tenho as chaves da fantasia.

Todo o desânimo
Que um dia me oprimia,
Hoje é completa energia
Tenho as chaves da alegria.

Toda a timidez
Que um dia me reprimia,
Hoje é apenas nostalgia
Tenho as chaves da sabedoria.

NOSSAS GRANDEZAS


O poder dos animais selvagens,
A graça dos domesticados,
Estao nos lembrando que somos da terra,
Que somos poderosos e graciosos.

A magia dos sinais celestes,
O encanto dos pássaros em vôo,
Estão nos mostrando que somos do ar,
Que somos mágicos e encantadores.

A imensidão dos oceanos,
A sutileza dos animais marinhos,
Estão nos mostrando que somos da água,
Que somos imensos e sutis.

Que bom aprender na Natureza!
Que bom relembrar estas grandezas!




.................................

sexta-feira, 12 de setembro de 2008


Através da Meditação

A mente o que revela?
Verdades à luz de vela.
Conceitos ensombreados,
Nas trevas materializados.

Para ser puro e verdadeiro
O conhecimento inteiro
Deve ter iluminação
Através da meditação.

.......................................

ENSAIO

AMOR,QUANDO EU TE ENCONTRAR
TEREI TANTO PRA TE FALAR
QUE PALAVRAS NÃO VOU ENCONTRAR:
MEUS OLHOS É QUE VÃO FALAR!


.............

Alinhar ao centro
Surge o Novo...

Há somente revolta
Quando há ignorância.
Há somente intriga
Quando há intolerância.

Surge a inércia
Quando acovardamos.
Surge o ódio
Quando inconformamos.

Há muita Luz
Quando conscientizamos.
Há muita Força
Quando transformamos.

Surge a Fé
Quando renasce a confiança.
Surge o Novo
Quando renasce a esperança!

...................................

quinta-feira, 11 de setembro de 2008


QUASE

De escrever tanto
Quase te envolvendo.
De desejar tanto
Quase te merecendo.

De pensar tanto
Quase que enlouqueço.
De querer tanto
Quase te pertenço.

De esperar tanto
Quase morremos.
De acreditar tanto
Quase não sofremos!

................................