domingo, 5 de outubro de 2014




A LINGUAGEM DAS FLORES

Coloridas línguas
trelam elas, as flores

Vermelhas palavras
proferem as rosas,
damas dos jardins

Rosáceos tons
melodias doces,
se ouve nos ramos
de primavera

Nas floradas amarelas
dos ipês, a voz
é mansa mas alegre

Música azul e invernal
canta corajosamente
a muda de hortênsia

Timbre exuberante
tem a orquídea roxa

A orquestra florida
celebra a vida
é linguagem
de exaltação!


.






ENFERMIDADES

Sabe aqueles dias
de alma nublada
sujeita a temporais?

E aquelas horas
desesperadas
prestes a explosões?

São momentos
fio de navalha

Clamam por calma
e meditação

Para que não
atormentem
o corpo aflito

Nem direcionem
a pobre mente
às enfermidades


.




CRIANÇA

Do fundo de mim
pincei a criança e a trouxe à tona
para ver a luz
para ver o mundo
colorido por fractais de luz

Brinquei por mim
com as cigarras e vaga-lumes
para ser feliz
para ser mais humana
exalando o perfume feliz

com fragrância Sabedoria!

.




AMOR CIGANO

É como o voo da mariposa...
livre, com sabor de vento...
um amor cigano

É forte desejo na pele...
leve, com aroma sutil...
um amor leviano

É como a chuva de verão...
solto, com frescor de momento...
um amor mundano

É fugaz paixão do corpo...
lindo, com sintoma febril...
um amor profano

.




Esperança renovada

Agradeci sempre
cada momento meu

Rejuvenesci sempre
que sorria de prazer

Franzi bem menos
a testa com chateação

Respondi bem menos
intolerante aos chatos

Ontem traduzi
o que eu levava por dentro

Hoje amanheci
com esperança renovada

.


sexta-feira, 5 de setembro de 2014



Já dá pra ver

Ao contemplar o horizonte
e suas luzes, miragens
anunciam, ao longe

que os novos tempos
já brilham, audazes,
iluminando os semblantes


.




A rosa do frio

Como se fosse possível
seres ainda mais bela,
de frio te vestes,
e nossos admirados
olhares te fazem
desfilar pelos
jardins dos sonhos


.





Enleio do fim do dia

Um gorjeio,
meu esteio...

Estendida
algo ardida,
entre o fim
de um dia
e o início
de uma agonia...

Um devaneio,
meu enleio...

Sobrevidas,
as feridas
são marcas
de perdidos
objetivos,
arrependidos...

..




Ah... a leitura

Ah... leitura em ondas
que refrescam a memória
e a imaginação...

Ah... leitura em balanço
de mar e história,
doce empolgação...

Ah... leitura, idiomas 
em estado de glória
e exaltação!

Ah.. leitura onde me lanço
como pólen, joia
da fertilização


.


Colores

Humanidade
em tantas nuances
coloridas...

Criatividade
do Criador...

Para que dances
abraçado no amor!


.






Bilhete pra minha mãe

Sua casa no campo
está pronta, limpa,
perfeita para seus sonhos

Entre, fique à vontade,
beba da luz do dia
e da água mais límpida dos morros

Veja que a paisagem
e a mais singela flor
já estão ali, a sua espera

.






RIR À BEÇA

Pode ser surreal,
um toque de pena
ou uma pitada
de pó de humor

O que vale
é rir à beça,
sem desbotar
da vida, a cor

.





Mudança e movimento

O ar em movimento
recebe o nome: vento

A vida, esperança,
é constante mudança...

Ao sentires o momento
passando como um sopro

Lembre de um passo de dança
que induza ao crescimento

.







Ondulações de voz

Voz
que vaza,
verte,
vertente

Foz
dentro 
da gente

Extravaza
o inconsciente

Modula
emoções,
imperiosamente

Ondula
e arrasa,
vento
e semente


.


quarta-feira, 27 de agosto de 2014





"Nada há de mais poderoso do que uma idéia que chegou no tempo certo." 
 Victor Hugo 


Nada se sobrepõe à sabedoria.
em toda natureza das coisas,
de um átomo a uma nebulosa,
mais de três voltas pelo Universo,
poderoso campo de infinitude..
Do grão de mostarda
que contém toda uma vida,
uma cachoeira em extensão,
ideia cria conflitos
que desafiam a razão...
Chegou, enfim, a estação.
No ponto equidistante, 
tempo que se refaz,
certo de que Tudo cabe num verso...


.






O ANJO DOS SONHOS

Posso voar
segurando sua mão
e repousar
em seu colo

Posso andar
à beira de abismos
e confiar
em sua proteção

Posso navegar
nas tempestades
e aportar
em sua segurança

Posso sonhar
sem medo
e vicejar
em sua visão

.







Estrelados

Frescas paragens
longe das cidades
revelam céus
estrelados

Imagino paisagens
de felicidades
em degraus
de eternidade

Rastros de luz
longe das vaidades
decoram os caminhos
da verdade

Imagino o Deus
da Humanidade
em suspiros
estrelados


.





Prisioneira

Em correntes de acordes
fizeste-me prisioneira,
mesmo que, zombeteira,
eu relembre os lordes.

Sem vacilos, recolhestes
o luar do céu, por inteiro
e não fostes o seresteiro
a cantar em finas vestes.

Em correntes favoráveis
de ventos aprazíveis
permiti-me solar

Sem vacilos possíveis
compus os mais amáveis
tercetos de te amar

.









Amplitude
e visão
mundos
dentro
de mundos...
Inteira
percepção.






.

(Van Gogh)


Vislumbres

Vislumbrou-se pelas frestas,
vestidos  e trajes de festa.
Um deleite, visão primorosa...

Mas, de fora, vida e prosa,
sentia apenas o perfume da rosa.
Um detalhe, que à memória empresta

todo o regozijo de um passado

feliz, hoje apenas vislumbrado.

.






DESEJO PÚRPURA

Sob os toques quentes,
arrepios inusitados
percorrem o veio.

Submissão púrpura
em lascivo anseio...

Sob frêmitos e desvios,
mãos excitadas
correm sem freio...

Subjetivo desejo
em notívago enleio...

.







PEITO SERENO

Quando a noite faz-se serena
e o céu beija a água doce,
uma emoção feliz e plena

me faz acreditar, moreno,
que se mais não fosse,
o amor em peito sereno

transbordaria qual poesia

e manifestaria nossa fantasia


.

terça-feira, 19 de agosto de 2014



Sou

De essência perene
sou mudança
sou a cor
sou o amor

De natural
transparência
sou dança
sou calor

De aparência solene
sou andança
sou a bênção
sou o pão

De visceral
transcendência
sou aliança
sou floração


.





Ocupação

Tenho sim, guardado,
o quentinho do abraço

Este que comprova
que você ficou marcado

Tenho também, gravado,
o favorzinho do acaso

Este que delata
o seu olhar apaixonado

Tenho sim, gritado,
por todos os lados

que você já ocupa
todos os meus espaços


.




Ballet

Força de vontade,
amor e dedicação...

Êxtase de felicidade,
disciplina e transpiração...

Resulta em arte e beleza

transportada pela leveza!

.




Como pandorga no céu

Pela mão do menino,
alça voo o homem,
pandorga colorida no céu...

A linha o conecta
e o faz voltar
à alegre inocência.

Se não volta
à condição de menino...

A pandorga
é mero reflexo no céu.

.



(Alzhana Abdalieva)


O bem que você me faz

Me dá leveza
em atmosfera 
pesada

Transmite fé
em horas 
incertas

Dignifica
o que tenho
de melhor

Descomplica
o que não posso
compreender

Ah... a paz que você me traz!

.




Repetindo-nos

Será que enraizamos
a repetição dos tempos?

Será que eternizamos
os passos do passado?

Será que jamais aprenderemos

a tocar, da vida, novos instrumentos?

.





Abalo

Tua presença,
furacão,
levantou 
toda a poeira,
despetalou
as flores

Tua presteza
em desconfigurar
as emoções,
sacudiu as bases,
desfolhou as árvores

Tua presunção
em subordinar
as situações,
sufocou os ares,
descoloriu as faces

Tua preocupação,
fraqueza,
desandou
toda a receita,
abalou
os interiores

.

.




Como a árvore silenciosa e discreta...
 realiza-se silenciosamente
 e projeta sua sombra/exemplo
 tão mais longe quanto mais derradeira é a hora...

.


domingo, 6 de julho de 2014



Rota de emoção

A vida singra
e sangra
sob macia ondulação.

Desliza sem remos...
Oremos
em dourada meditação

para que os ventos da emoção

nos apontem nova direção.

.




Amor e luz

Ao distribuir amor
ela atraiu
anjos de asas
de penas
coloridas
entregadores
de raios de sol
em trinados
e cores de arrebol

.




Melancólica

Por ter intimidade
com a lua e as estrelas

Ela segurou
a barra da noite

e sentiu-se plena
em melancolia


.






Boas novas

Vem chegando as boas novas
atravessando os mundos

Vem espalhando serenidade
e sentimentos profundos

Vem chegando a novidade
incentivando as gentes

Vem espalhando as provas 
de amor e as sementes


.




Enfim, livres

Ao abrirem-se
os portais,
do ventre
dela
voarão
borboletas
a fundirem-se

com o Todo.
Numa feliz
explosão
de liberdade!

.




Da espécie

É bênção
união
preparação

quando
o canto

amadurece
prece

E dá-se a vazão
saturação
preservação


.





Um olhar presente

Teu olhar 
é presente
é bênção
é renovação

Teu olhar
é promessa
é emoção
é restauração

do amor
aqui e agora,
tão somente!

.





Leve beleza

de ponta,
a sapatilha

de brilhos,
a gargantilha

de acordo
com a leveza

dança a vida
com a beleza


.




Lágrimas na vida

Depositei
em águas de vida
meus desenganos
em veleiro
bonito
construído
com as lágrimas
que verteram
em inteira
desdita
pelas ilusões
que em vão
alimentei


.