sexta-feira, 11 de setembro de 2009


A INFINITUDE DO CORAÇÃO

O coração é terreno oposto à razão, esta que finda nas interrogações impossíveis, intrincadas charadas e vãs racionalizações...
Jamais a razão chega próxima do sentido das emoções brotadas no coração...tão distante e estrangeira que lhe foi impossível definir este terreno insólito, infinito, incrível borbotão da emoção...
Pois não é no órgão coração que vamos assistir ao nascedouro dos amores, das dores, das iras e soluços de agonia, mas no chakra cardíaco, o pulsar das energias, identificadas como emoções.
O sentimento pulsa ali, no lado esquerdo do peito, e a mente define: no coração!
Porque o centro de energia não se vê, não alcança-lhe o bisturi, não se arranca com a mão...É o centro da infinitude dos sentires, onde pulsa, vivo, o amor em manifestação!

..........

2 comentários:

Memória de Elefante disse...

É onde tudo é permitido,onde a razão não ousa meter a mão!
Vale tentar viver tudo o que for,,,gritar,sentir ,falar porque o Amor nos protege em seu manto imantado!

Beijo

ANORKINDA disse...

hihi tenho duvidas de que o amor nos proteja da mente!!