domingo, 2 de janeiro de 2011


Inimigo

Certo desprezo desfilou um dia
pelas janelas minhas
sorriu...

Ele corroía mundos e universos
emoções daninhas
algo vil...

Pensou que eu temeria
fez zombaria
feriu...

Atirei-lhe versos
em poesia
gentil...

Meu inimigo
abatido
sumiu...

.

Um comentário:

A.J. Cardiais disse...

Olha, infelizmente eu tenho que sair de dentro de você... Se eu pudesse moraria aqui, é tão gostoso... Beijos AmorKinda.