quinta-feira, 21 de maio de 2009



Vontade... 

Vontade de escrever um poema de amor
mas amor de quem resplandece por inteiro
amor do enlevo que faz flutuar com o cheiro
que ficar no ar, perfumando até o sabor

Vontade de viver um amor de poema
mas poema deslumbrante de vida nova
poema testemunho do amor que se prova
que delicia no olhar, de ler sem esquema

Quero amor leve e de letras móveis
um amor desatinado de surpresa
sem fôlego para paixões solúveis

Quero amor sem razão e cobrança
o amor que põe na mesa
as incoerências desta contradança

............

2 comentários:

Saturno Sun disse...

Namastê!
De Dentro de Mim... agradeço tuas palavras!
Linkei o teu blog também ao "Vós do Silêncio".
Grande Abraço Cósmico!
:)
Sat

ANORKINDA disse...

yesss...quero também eu linkar o teu blog...wonderful!!!

obrigada por vires!!