sábado, 21 de março de 2009

LIVRO BRUXO

Arrependi-me!
Abri o livro proibido!

O gato preto
foi o prenúncio
logo a saltar!

Cogumelos
também predisseram
feitiço de azar!

Desfaleci-me!
Desespero sentido!

Minha vida
está fadada
a passar sem luxo!

Meu amor
será afastado,
Mandinga de bruxo!


..........

2 comentários:

Cláudio Júnior disse...

Lindo poema. Quero um livro já!!!
Campanha Neide publique um livro!
Bjos Neide, e parabéns... continua arrasando nas poesias!

Poeta Sucumbida disse...

Não há o que dizer...
as lágrimas já o dizem.
Não há coincidências...
as palavras se condizem...

A poesia,a Gabriela,a Anita Garibaldi, perfeitamente entrelaçados... pequenas coincidências, que nos provam que não há coincidências!
Beijos...